Prevenção e Manutenção

Os constituintes da pedra são assencialmente minerais e os minerais, dada a sua constituição atómica, crescem em forma de cristais. São esses cristais que, quando polidos, transmitem a propriedade de reflectividade. A reflectividade é a capacidade mensurável de reflexão da luz de qualquer material. Quando esses cristais ficam baços, esmagados ou partidos não refletem a luz de forma uniforme, da mesma forma que quando partimos um espelho este já não tem uma capacidade de reflectir uniformemente a luz.

Como é que isso acontece e como prevenir ou retardar?

Os cristais das pedras aplicadas em pavimentação de áreas com maior ou menor circulação acabam por se partir ou ser esmagados pela acção do atrito. O calçado em si não tem capacidade de produzir esses efeitos. Da mesma forma que uma unha humana não consegue riscar mármore, granito ou qualquer pedra em geral usada na construção. Acontece que, agarrados ás solas do calçado vêm grãos e sedimentos trazidos do exterior. Esses, pela acção da pressão e atrito do calçado provocam danos nos cristais partindo-os.

Até hoje não se encontrou forma eficaz de eliminar este problema, a não ser que se remova o calçado antes de pisar o pavimento em pedra. Ora isso é inviável na maioria dos casos, mesmo em nossas casas. Embora o façamos em casa, não vamos pedir aos visitantes para se descalçarem, por educação ou por simples pudor.

O que fazer, então?

Antes do mais é importante que tenhamos noção de que a eliminação do problema é uma impossibilidade. Todos os materiais na natureza são perecíveis. Isto é, a natureza está em constante reciclagem. É o ciclo natural de tudo.

A única coisa que podemos fazer é utilizar o nosso engenho no sentido de retardar a perecibilidade dos materiais, conforme fazemos connosco. A degradação da pedra, sendo certa, pode variar no tempo mediante vários factores, entre os quais:

a) o tráfico a que está sujeita;

b) a prevenção que é aplicada

c) a manutenção

d) o restauro

O primeiro factor é o mais importante na decisão da frequência e profundidade dos restantes três. Neste artigo forneço alguns princípios a utilizar na prevenção e manutenção da pedra de nossas casas, prédios, hotéis, monumentos históricos, etc. O restauro ficará para um artigo a publicar posteriormente.

Existem alguns processos de retardamento desse desgaste e empobrecimento da pedra.

1- Aplicar um selador impregnante: compreendendo o ciclo de manutenção da pedra é fácil perceber que a melhor solução é sempre a prevenção. O selamento vai proteger a pedra a partir do seu interior reforçando a sua integridade. Mas isso, por si só, não previne o problema da sedimentação;

2- Aplicar uma limpeza regular fazendo uma remoção diária de poeiras e sedimentos externos com uma mopa de pós preferencialmente em rayon; fazer lavagens húmidas alternadas com soluções neutras (pH7) e com água pura  (desmineralizada);

3-Tapetar de forma eficaz os acessos a áreas pavimentadas com pedra. A eficácia do tapetamento pode variar mediante as dimensões das áreas e localização relativamente ao exterior. No entanto podem delinear-se algumas linhas orientadoras:

- os tapetes devem tocar ambos os lados da ombreiras das portas;

- colocar um tapete de cada lado da porta (exterior e interior);

- os tapetes devem ter no mínimo 2,75 m de comprimento para garantir que ambos os pés pisem no mínimo

2 vezes o tapete;

- os tapetes devem ser feitos de materiais absorventes, preferencialmente de fibras naturais;

- os tapetes devem ser texturizados por forma a criar fricção entre o calçado e o tapete para remover

sedimentos e grãos de areia;

- os tapetes devem ter uma camada inferior em borracha anti-deslizante e impermeável para impedir que os

sedimentos depositados no tapete passem para debaixo deste e entrem em contacto com a pedra;

- aspirar diariamente para eliminação de sedimentos e grãos depositados;

- lavar semanalmente os tapetes com um shampô neutro (pH7);

- em dias de chuva ou de muita humidade aspirar ou substituir (preferencial) os tapetes pelo menos uma vez;

- substituir tapetes gastos sem demoras;

- limpar sob os tapetes com frequência para prevenir a acumulação de humidade;

Finalmente, para evitar acidentes, se a pedra do seu pavimento foi tratada com selante ou recristalizante, tenha o cuidado a secar muito bem antes de colocar o tapete. Qualquer um destes processos impermeabiliza a pedra não deixando que líquidos se infiltrem. Assim, resta a evaporação como processo de secagem natural. ao colocar o tapete a água que não evaporou vai ficar presa entre a borracha e a pedra sem possibilidade de secar durante muitas horas. Não só pode originar o aparecimento de bolor como constitui um colchão de água que vai fazer o efeito de Aquaplaning, que conhecemos na circulação automóvel, quando o tapete é pisado dando certamente origem a acidentes.

Luís Jordão

Este artigo é propriedade do seu autor e para uso da RL-Serviços Gerais de Limpeza. Para informação mais detalhada sobre os aspectos da prevenção, limpeza  e manutenção em pedra, visite o nosso website http://www.rljordaodomain.com

Achou este artigo útil? Gostaria de ler mais sobre outros temas relacionados?

Faça o seu comentário ou sugestão.comment

back_appears